Bestiário: Vespa Fotônica

wasps_banner

“Não se preocupe, estamos invisíveis sob minha capa.”

– Larry Pottos, ladino prestes a se meter em apuros.

Vespas fotônicas (Megalovespula eterea) são insetos de 45 centímetros de comprimento capazes de lançar projéteis de energia a partir de seus ferrões. Alimentam-se da energia de criaturas etéreas, sendo capazes de enxergá-las e atacá-las sem precisar cruzarem os planos. Por causa disso costumam a habitar florestas, pântanos e ruínas onde habitam fantasmas e outras presas etéreas.

Possuem comportamento semelhante ao de vespas comuns, estando organizadas entorno de uma rainha e vivendo em ninhos de 3 metros de diâmetro, feitos a partir de papel ou da madeira macerado e misturado com sua saliva. Também não chega a ser incomum que transformem um cômodo pequeno em ninho.

Não... não é dessa vespa com poderes que estamos falando!

Não… não é dessa vespa com poderes que estamos falando!

Em batalha atacam em enxames de 5 a 20 indivíduos, disparando seus infalíveis projéteis de energia contra um ou mais alvos. Curiosamente, os sentidos especiais das vespas fotônicas confundem criaturas materiais invisíveis com suas presas etéreas, o que pode gerar problemas para aventureiros. Fora isso, não são uma espécie agressiva, atacando seres materiais apenas quando ameaçadas ou quando incautos de aproximam demais de seus ninhos.

A rainha é um pouco maior e possui um ferrão tripartido na ponta de um inchado abdômen. Ela só sairá do ninho caso este esteja ameaçado ou tiver sido destruído. Caso a rainha morra, outra fêmea da colônia irá se transformar em rainha em 1d6+1 dias. Cada ninho contém 2d4 ovos, valiosos por seus poderes.

Vespa Fotônica (ND 2)

Animal 2, Mínimo, Neutro

Iniciativa +9

Sentidos: Percepção +3, visão na penumbra, ver o invisível*.

Classe de Armadura: 17 (+1 nível, +4 Des, +2 tamanho).

Pontos de Vida: 8.

Resistências: Fort +3, Ref +7, Von +3.

Deslocamento: 3m, voo 12m.

Ataques corpo-a-corpo: ferrão energético +5 (1 +1d4 de dano de essência).

Habilidades: For 4 (-3), Des 19 (+4), Con 10 (+0), Int 2 (-4), Sab 15 (+2), Car 6 (-2).

Perícias e Talentos: Furtividade +13, Iniciativa +9; Acuidade com arma (ferrão).

Projéteis de Energia: com uma ação padrão, as vespas fotônicas são capazes de lançar dois projéteis de energia contra alvos até 18m Cada projétil causa 1d4+1 de dano cada, podendo ser lançados contra um ou mais alvos. Os mísseis sempre atingem o alvo, inclusive criaturas incorpóreas, sem a necessidade de jogada de ataque, e mesmo sob cobertura ou camuflagem.

*Ver o Invisível: vespas fotônicas podem enxergar criaturas e objetos invisíveis, o tempo todo.

Tesouro: metade do padrão.

Vespa Fotônica, Rainha (ND 4)

Animal 5, Mínimo, Neutro

Iniciativa +13

Sentidos: Percepção +4, visão na penumbra, ver o invisível*.

Classe de Armadura: 22 (+2 nível, +6 Des, +2 tamanho +2 escudo de energia).

Pontos de Vida: 30.

Resistências: Fort +5, Ref +9, Von +4.

Deslocamento: 3m, voo 12m.

Ataques corpo-a-corpo: ferrão energético +8 (1d2 +1d4 de dano de essência).

Habilidades: For 6 (-2), Des 29 (+5), Con 12 (+1), Int 2 (-4), Sab 15 (+2), Car 10 (+0).

Perícias e Talentos: Furtividade +15, Iniciativa +13; Acuidade com Arma (ferrão), Pairar, Vitalidade

Projéteis de Energia: com uma ação padrão, a rainha é capaz de lançar três projéteis de energia contra alvos até 18m. Cada projétil causa 1d6+2 de dano cada, podendo ser lançados contra um ou mais alvos. Os mísseis sempre atingem o alvo, inclusive criaturas incorpóreas, sem a necessidade de jogada de ataque, e mesmo sob cobertura ou camuflagem.

Escudo de energia: a rainha e todas as vespas fotônicas adjacentes a ela recebem +2 de bônus na CA e são imunes aos efeitos de mísseis mágicos.

*Ver o Invisível: vespas fotônicas podem enxergar criaturas e objetos invisíveis, o tempo todo.

Tesouro: padrão.

Ovos de Vespas Fotônicas

Ovos de vespas fotônicas são alongados e do tamanho aproximado de um ovo de galinha, mas com casca macia e pulsante. São cheios de energia etérea, podendo causar efeitos sobrenaturais quando ingeridos. Role 1d4 para determinar o efeito: (1) nada acontece, (2-3) a criatura está sob efeito da magia ver o invisível durante 1 minuto, (4) a criatura está sob o efeito da magia piscar durante 1 minuto.

Por não funcionarem sempre, cada ovo vale 70 TO no mercado, e pode ser vendido pela metade deste preço.

Estas sim são as vespas fotônicas!

Estas sim são as vespas fotônicas!

Ganchos:

  • Madeira, Papel, e Espada: vespas fotônicas precisam mascar papel ou madeira para fazer seus ninhos… Sabe que lugar tem muito papel e madeira? Uma biblioteca. Cabe aos aventureiros fazerem o trabalho de extermínio.
  • Eu vejo gente morta: vespas fotônicas podem ver criaturas etéreas, e atacá-las. Alguém com interesse no Plano Etéreo poderia recorrer a elas, agora se as intenções deste alguém são boas (caçar sombras e espectros malignos) ou más (chacinar seres etéreos inocentes sem correr riscos por cruzar planos) cabe você decidir, definindo o tom da aventura.
  • Eu vejo gene morta 2: fantasmas ou seres espectrais pedem ajuda de aventureiros para livrarem-se das vespas fotônicas que os ameaçam!
  • Conhecimento é poder: um pesquisador interessado em estudar a rainha das vespas fotônicas contrata aventureiros para capturarem um espécime.
  • Só Aventuras Vol. 3: Lorde Enxame está controlando um pequeno grupo de vespas fotônicas, dando ainda mais trabalho aos aventureiros.
Bastidores:

Nota do Edu: esta é uma adaptação livre do monstro Phase Wasp, apresentado no Monster Manual II do D&D 3ª Edição. Adicionamos um histórico de caça a seres etéreos e criaturas invisíveis para adicionar mais possibilidades de uso em aventuras. Um bom monstro para os níveis iniciais.

Nota do Shamassu: agradecimentos ao Tomo de Monstros Obscuros – do qual eu tenho extraído meus espécimes – e ao cover de Darren Criss da música “It’s Not Unusual”, que conseguiu ser ouvida em loop 51 vezes e não perder a capacidade de me fazer dançar constrangedoramente na cadeira.

Shamassu teve a ideia e escreveu o primeiro texto e fichas, o humor duvidoso é todo dele. Edu revisou e mexeu em tudo, além de adicionar os ovos e alguns ganchos. Dar nome científico ao monstro é baboseira usual dele.

As imagens utilizadas neste artigo são propriedade da Wizards of the Coast (phase wasps), Paizo (ataque das vespas gigantes, usada no banner) e Marvel (vespa errada!).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: