Entrevista: Karen Soarele

Saudações, Desafiadores da Tormenta!

Depois de muitos pedidos, a Jambô finalmente lançou um novo romance de Tormenta. A Joia da Alma conta a história de dois grupos de aventureiros rivais, disputando a posse de um artefato que guarda a chave de grandes mistérios de Arton. E para falar dele, trouxemos pra vocês uma entrevista com a Karen Soarele, autora do livro. Vamos a ela!

Primeiro, fale um pouco sobre você.
Meu nome é Karen Soarele, nasci no Paraná e hoje moro no Canadá, mas passei a vida toda na estrada. Sou ilustradora, escritora, já fui empresária e hoje trabalho como jornalista no Canadá.

Como aconteceu o convite para  escrever um romance de Tormenta?
Em 2015 eu já havia publicado a série Myríade e trabalhava com palestras em escolas, incentivando a leitura. Já conhecia a Jambô, 3D&T e Tormenta, era fã do cenário. Então enviei os meus livros para o Guilherme Dei Svaldi, editor da Jambô. Ele leu os livros, gostou e me procurou, propondo que eu escrevesse um novo romance pra Tormenta, pois era algo que os fãs do cenário pediam muito desde a Trilogia da Tormenta, do Leonel Caldela.

Karen Soarele

Karen Soarele

Como foi o processo de desenvolver as histórias e os personagens?
Eu perguntei pro Guilherme se havia algum reino ou aspecto do cenário que ele gostaria que eu focasse e ele me respondeu “escreve sobre o que você quiser.” A partir daí eu comecei a pensar em uma história que mexesse com os deuses, mas de uma forma que não tivesse sido feita ainda dentro do cenário. Pros personagens foi algo assim, também. O Christian é um guerreiro “padrão”, de espada e escudo, mas procurei dar algo novo pra ele; quando a história começa ele já é um aventureiro experiente, se preparando pra aposentar. Tem traumas do passado, os quais ele lida de maneira errada: fugindo. Com ele eu também quis fazer algo que eu nunca consegui fazer numa mesa de RPG, que é ter um personagem com um grifo de montaria. Ou quase isso [risos].

Karen Soarele e eu, com o livro estrategicamente colocado pra não expor o panceps

Karen Soarele e eu, com o livro estrategicamente posicionado pra não expor o panceps

Podemos esperar mais novidades suas em Arton?
Ainda não posso falar sobre isso [risos]

Algum recado pros seus leitores?
Hmm, agora você me pegou, queria ter pensado nisso antes. Já sei: leiam o livro e venham falar comigo, me contar o que acharam, o que gostaram. Acho que é isso!

 

One thought on “Entrevista: Karen Soarele”

  1. eunaumtenhoid says:

    show de bolça cara parabens to quase na metade dele so to lendo no onibus, mas ta bem interressante vamo ve no que vai dar e tomara q seja uma trilogia e q munde o mundo assim como fez a trilogia classica, parabens pela entrevista.

    PS: vcs poderiam colocar o disqus aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: