Meu Mapa de Arton!

Enquanto não saem os mapas /pôsteres do Guia do Mundo de Arton, e já que a Jambô não disponibilizou o belo mapa do Manual Básico, resolvi fazer meu próprio mapa atualizado do cenário! O resultado deste projeto vocês conferem abaixo.

Segue também a versão do mapa sem legendas, e uma versão com apenas o contorno do continente.

O Mapa de Arton (Clique para ampliar)

O Mapa de Arton (Clique para ampliar)

Este é meu segundo “mapa realista” (aqui está o primeiro, vejam meu progresso :-D). Foi feito com o programa GIMP (um genérico do Photoshop) seguindo parte deste excelente tutorial do Cartographer’s Guild. Um excelente site para quem está atrás de mapas para RPG ou deseja confeccioná-los (dica do ex-paragônico Mr. Pop, ainda na época do lendário blog Pop Dice).

A costa do continente e os rios ficaram um pouco “geométricos”, pois foi a primeira vez que “vetorizei” no GIMP (e na vida), usando curvas de bézier. Recentemente descobri outro programa: o Inkscape (um genérico do Corel Draw), que me permite fazer “vetores” mais detalhados, e agora estou trabalhando num novo mapa do continente, maior que o anterior e utilizando como “molde” os primeiros mapas de Arton, que se você comparar (como eu tive de fazer) verá que são mais detalhados, especialmente o primeiro mapa do Reinado.

Apesar dos créditos da imagem, não apenas me baseei no mapa mais recente (publicado no Manual Básico), como também em outros mapas, como o publicado na Dragão Brasil 111 e no mapa do Reinado publicado nos romances da Trilogia de Tormenta.

Breve surto megalomaníaco: Alguém estaria interessado em ajudar a fazer um Google Earth de Arton?  😈

Este slideshow necessita de JavaScript.

7 thoughts on “Meu Mapa de Arton!”

  1. Maahri says:

    Bacana! 🙂

  2. jirayajonny says:

    Que lugar é esse Helael???

    1. Edu Guimarães says:

      Este é o nome escrito sob a ilha no Tormenta D20, está escrito "Ilhas Helael", mas nada se sabe sobre o lugar. Há também outros nomes estranhos em Lamnor e no Deserto da Perdição, hoje todos esquecidos.

  3. Danilo Gruingas says:

    Caramba, ficou muito bom!!!

    E sobre lugares esquecidos que só tem nome, eles são ótimos para narradores criativos inventarem o que quiserem, tipo uma ilha de fanáticos religiosos, um país de amazonas ou um reino de draconatos sei lá…

  4. @Pueira says:

    Parabéns pelo blog Edu, também sou fã de tormenta e 3d&t e fico muito feliz de ver pessoas que também ainda gostam!

    Eu tenho uma pergunta sobre o mapa: onde na literatura aparece a cordilheira de dhorlanthur? Eu nunca li a respeito, imagino que não tenha muitos detalhes sobre, mas nem o nome eu conheço! Poderia esclarecer!

  5. Leinad says:

    Muito bom!!!! Vc poderia postar um sem as áreas de tormenta? Me ajudaria muito ^^! Obrigado!

  6. Lucas de Moura says:

    Olá! FIcou muito bacana!
    O próprio google maps possui uma API onde é possível fazer estes mapas randomicos. Sou programador e posso dar uma ajuda, porém, não tenho habilidade nenhuma par desenvolver a parte gráfica e a identidade visual deste mapa.

    Parabéns pelo blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: